Resenha: Vampiros em NY

quinta-feira, julho 03, 2014 Hey IU 0 Comments


Como primeira resenha e postagem do blog eu escolhi um de meus prediletos!


Se um dia você topasse com Carl Tompson, pensaria que era apenas mais um cara normal na faculdade, isso é claro se ele não fosse portador de uma doença que o fez um meio vampiro, ou melhor um meio PEEP.
Mas fiquem calmos, por alguma razão Carl é imune aos efeitos devastadores desse vírus que deixa seus portadores pirados e com vontade de acabar com tudo o que amavam. (anátema).
Mas como um portador digamos que passivo, Carl tem uma audição incrível e um faro aguçado -- e de quebra uma agilidade e força incrível. Com isso Carl se torna um predador.

Neste livro não há mordidas sangrentas, e por enquanto o vírus é sexualmente transmissível.
Carl passa a integrar uma organização de caçadores de vampiros e sua função é capturar os peeps antes que façam mais vítimas. - O vírus está se espalhando cada vez mais rápido por NY, e Carl corre contra o tempo.

Todo cara de 19 anos procura ou tem uma namorada, mas Carl é privado disso tudo, tendo que ficar a distancia de todas as garotas. Porém quem sabe o que o destino lhe reserva?! (eu sei, já li o livro!).

Neste livro os vampiros não são fofos e muito amigáveis. 

Neste livro Scott Westerfeld conta uma historia eletrizante de vampiros descritos de forma moderna, em que certos momentos nos fazem ter nojo de algumas ações do protagonista Cal Thompson.

Com termos biológicos que aparecem o tempo todo na história, intercalando entre os capítulos principais, curiosidades sobre os parasitas, que te preparam para um melhor entendimento deste enredo, muitas vezes eu pensei que essas coisas como os toxoplasmas, virulência ideal, trematódeos fossem uma grande invenção muito bem bolada por Scott, mas não é que tudo isso é verdade?! e ao final da leitura conclui-se que não adianta correr, os parasitas estarão sempre perto/dentro de você.




Sinopse 

Após passar uma noite com uma misteriosa mulher, Cal Thompson é infectado por um parasita. Mas ele se torna apenas um portador do vírus. Ganha visão noturna, olfato aguçado, força e agilidade, mas fica livre de se tornar um 
peep - criatura terrível mais conhecida como vampiro.


Autor: Scott Westerfeld

Editora: Galera Record

0 comentários: