RESENHA: "Anjos á Mesa" de Debbie Macomber

terça-feira, julho 21, 2015 Hey IU 3 Comments

Deu saudades então voltei!
Você sentiu minha falta? Espero que tenha sentido por que eu senti falta de mim mesma e de você também.
Na verdade fiquei ausente por motivos de força maior (PREGUIÇA MESMO). Enfim, nesse tempo que fiquei fora do ar aqui no blog eu li muitos livros, e tenho várias resenhas para postar aqui. E uma delas é Anjos à Mesa. Ainda não conhece esse presente "divino" da Debbie Macomber? Confere só!


Sinopse: Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável - especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de um de ano da Times Square. 

Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por "acidente", Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? 

Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal..


Título: Anjos à Mesa 
Autora: Debbie Macomber 
Ed. Novo Conceito | 2013 | Brochura | 219 páginas
Clique aqui para ler um trecho
Clique aqui para comprar


Sabe quando o stress do trabalho e a rotina corrida do dia a dia tomam conta de todo o tempo? É nesse momento que você deve parar um pouco, se acomodar no sofá com uma xícara quentinha de chocolate quente e biscoitos e ler o livro Anjos á Mesa de Debbie Macomber.
Ah e se por a caso um dia você for a brodway no natal e perceber que os atores parecem flutuar misteriosamente no meio da peça possa adivinha quem é a autora dessa travessura.


Elas voltaram! Vocês já viram Goodness, Mercy e Shirley em "Embaixadoras da Oração", e aposto que se divertiram muito com as "travessuras" dessas anjinhas atrapalhadas.
Agora, Mercy, Goodness e Shirley são responsáveis pelo aprendiz de anjo chamado Will.
Logo na intro Debbie explica a origem dos nomes dos anjos criados por ela e também por que decidiu adicionar Will ao elenco.


"Este livro é especial porque nele apresento um novo anjo, cujo nome é Will. Sua criação resulta de uma carta recebida de uma leitora há muitos anos. Rose Williamson sugeriu-me um anjo chamado Will. Eu me lembro de ter franzido a testa quando li a carta pensando: 'Por que dar a vida a um novo anjo, e por que ele se chamaria Will'. Ao continuar lendo a carta, Rose explicou: 'Visto que você criou os anjos com base no versículo da Bíblia do Salmo 23 que diz 'Surely, goodness and mercy will follow you...'. Imediatamente, Will, um aprendiz de anjo, nasceu na minha mente graças a essa perspicaz leitora que compartilhou comigo uma ótima ideia". 

O livro já começa com Goodness, Mercy, Shirley e Will observando a terra do alto de uma nuvem.
Enquanto os cidadãos de Nova York se preparam para  a comemoração das festas de fim de ano, os anjos observam tudo fascinados.
Muito interessado nos seres humanos, Will pede a suas mentoras para que possa conhecer a terra e mais do comportamento dos seres humanos, para aprender mais sobre os dois.
E vendo que além de ser uma boa experiencia para Will, também seria uma ótima desculpa para para voltar mais uma vez a terra.
Gabriel havia proibido que Mercy, Goodness e Shriley de voltarem a terra, mas nem uma ordem do próprio Gabriel as impede de levar Will para um pequeno passeio pelo nosso planeta.
Por isso elas levam Will a Times Square em Nova York nas festas de fim de ano e acabam se misturando aos humanos e se separando.

No meio de tudo isso, Will vê um rapaz e uma moça sozinhos. Na mesma hora Will percebe que tem que fazer algo para que aqueles jovens se conheçam e dá um jeito para que os dois se esbarrem.


E dá certo, Aren e Lucie se sentem atraídos um pelo outro no mesmo instante que se veem.
E como é uma tradição todo casal se beijar durante a passagem de ano na Times Square Aren e Lucie dão um beijo daqueles! Enquanto isso, Mercy, Shirley e Goodness estão totalmente chocadas com o que o Will fez e o levam de volta para o céu.

A partir dai o livro passa a girar em torno de Aren e Lucie.
Mas Lucie exita em levar o que haviam começado a diante, então Aren propõe a Lucie pense sobre ele durante uma semana, e se ela decidisse continuar o que começaram naquela noite, iria encontrar-se com ele no dia 7 de janeiro as quatro horas da tarde no topo do Empire State Building.
Ah vocês terão que ler o livro para descobrir se Lucie vai ou não no tal encontro. (suspense dramático)!

 Lucie Ferrara é uma garota forte e honesta, que está administrando o tão sonhado restaurante com a mãe que coincidentemente se chama "Encantos Divinos". Tudo vai bem até o dia em que um famoso critico culinário vai ao restaurante e pede um prato que misteriosamente acaba levando sal demais.

Aren Fairchild é um cara divorciado, bastante pé no chão e centrado, que se mudou para NY para trabalhar escrevendo para a jornal Gazeta de NY.  

Esse romance é bem leve, sem fortes emoções, mas que mesmo assim não deixa de ser uma boa leitura, recheado de bom humor, que faz mais o gênero romance de banca leve. E eu simplesmente amo romances de banca, já perdi a conta de quantos li desde que passei a ser uma bookaholic.
Sabe quando você precisa relaxar e distrair a mente? É nesse momento que você precisa se acomodar no sofá com uma xicara de chocolate quente com biscoitos e ler o livro Anjos a Mesa de Debbie Macomber. E se depois de ler esse livro, você ver um camelo vagando pela rua sozinho, talvez possa adivinhar quem é a autora dessa travessura.
Então sim, eu gostei do livro, gostei bastante. Foi uma leitura rapida, e apesar de não rolar aquelas ultra-super-mega-blaster emoções, foi uma leitura bem gostosa e descomplicada. As vezes muito mistério e emoção cansam a mente sabe?



Para finalizar, a passagem que eu mais gostei no livro;
"— Os humanos são iguais em qualquer lugar.
— Incrível. E Deus os ama mesmo assim?
— É difícil compreender, mas Ele os ama."

3 comentários:

  1. Parece ser bom, vou anotar o nome pra ler!
    Adorei seu blog!
    Seguindo, segue de volta?
    http://momentopenelopebyangel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, que bom que gostou :)
      Já estou indo lá no seu blog :D

      Excluir
    2. Oii, que bom que gostou :)
      Já estou indo lá no seu blog :D

      Excluir